sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Indignada...

Existem coisas que mexem mesmo comigo...
Cheguei a piscina bem disposta , vou meter-me com a Dona Y e ela não levanta a cabeça...
-Então Dona Y hoje não tenho direito ao meu beijinho...
Eu nem queria acreditar no que estava a ver : os olhos todos pisados e a testa com escoriações.
A Dona Y é vitima de violência doméstica.
Sinto-me de estômago revoltado...
Como é possível??
Revolta-me...
Ainda há dias a falar com umas Amigas estava a dizer que não me via a ligar para polícia a fazer queixa de um caso de violência domestica...
Pois mudei de ideias...
Quem cala consente.
Não pudemos permitir este abusos...
Ao silenciar-me não estarei a consentir???
Estou seriamente a pensar em tomar uma atitude...

14 comentários:

ana disse...

Acho que fazes muito bem, Susaninha. Acho que é o que devemos fazer.

Um beijo enorme!

BS of Life disse...

Nisso da violência doméstica, acho bem ver a veracidade das situações. Muitas vezes as mulheres também são causadoras dessa violência, conheço casos desses.

Cuca disse...

Susaninha, mas se calhar ela tem vergonha ou até mesmo medo de apresentar queixa. Eu conheço de perto um caso assim e acredita que apresentar queixa traz muitas vezes resultados ainda piores porque as autoridades recebem a queixa e parece-me que depois disso nada fazem e o agressor vinga-se, faz pior ainda... é triste, mas é verdade.

EU disse...

Big Su, já tentaste abordar o tema com a Dª Y?
beijinhos e és grd fofa!

só 1 mulher disse...

Quem bate numa mulher é um cobarde...

Gonçalo disse...

Vendo bem, julgo que davas uma excelente presidente de uma associação de Solidariedade Social. Nunca pensaste nisso?

:)

Beijinhos e bom fim de semana!

Susaninha disse...

MEUS QUERIDOS :
Obrigada pelas vossas OPINIÕES PRECIOSAS...
A verdade é que a Dona Y não quer que se faça nada..
Diz : « É a vida...»

O meu MEDO é que ela sofra ainda mais no caso de denuncia.
É mesmo COMPLICADO...

Gonçalo disse...

Então e a minha pergunta?

Ai, ai...

:P

Lilá(s) disse...

O medo por vezes cria essas situações, revoltantes...
Bjs

Green Eyes disse...

Docinho, talvez falares com a assistente social da zona, ela depois tentará ver o que se passa... nestes casos é sempre complicado tomarmos atitudes... se denunciamos podemos agravar o problema se nada fazemos podemos ser cúmplices de um crime... por isso devemos sempre não nos precipitarmos mas tb não devemos ficar quietas... se achares por bem e estando eu indirectamente ligada à área... estou ao dispor... ;)

Beijinhossssssss

Susaninha disse...

SIR GONGAS.....ADORAVA TER FORÇA E SABEDORIA para AJUDAR...Sempre...
Gostava mesmo...
Mas Presidente nãoooo....
És um querido!!!!Beijinhos...

LILÁS...é mesmo isso..Beijinhos...

GREENZINHA...disseste bem: «por isso devemos sempre não nos precipitarmos mas tb não devemos ficar quietas... »
Tenho duas Amigas na área e vou pedir ajuda...Obrigada,és a minha Greenzinha e está tudo dito...Beijinhos...

vitor cunha disse...

Susaninha, penso que tomaste a atitude certa.Nestes casos, a aquiscência da vítima deve ser obrigatória. A denúncia obriga a vítima a aceitar mudanças que só ela sabe se deve (pode)suportar e a denúncia feita por terceiro pode pôr-lhe a vida em perigo.Nestes casos a ajuda só pode ser no sentido de lhe mostrar de que há instituições que a podem ajudar e que deve recorrer a elas.
Beijinho

Minhoca disse...

É muito complicado saber o q fazer, calar e de facto consentir, mas falar ..... sera que a D Y quer q se fale??' Eu ja tive essa duvida do q fazer com uma situação q se passava aqui no meu predio, andei atenta p ver no q dava e as coisas acalmaram e eu acabei por n fazer nada, mas entendo o teu ponto de vista e a tua duvida, fazer queixa ou n fazer?? So te posso dizer, o q tb eu fiz, andares atenta e se for uma situação frequente entao faz queixa SIM

мα∂αℓ૯ηα disse...

Tens razão, ninguém se deve calar :P