quinta-feira, 10 de março de 2011

Desgosto de Amor...

Estava eu a tomar o pequeno almoço quando se juntam a mim duas companheiras de pequeno almoço e mais uma menina desconhecida e o assunto é Desgosto de Amor... Dei a minha opinião e arrependi-me...
Mas é mesmo o que eu acho...
E já tive os meus desgostos de Amor...pois já já...
E doí tanto!

A história era uma traição , a menina em causa estava de rastos...
As companheiras de pequeno almoço dizima aquelas frases típicas ,mas que irritam (pelo menos a mim...): «oh deixa lá , homens não faltam » , «ele não te merece , quem fica a perder é ele» , «ele é um falfhlyrwouyrhffhahdhh» , blá ,blá ,blá...
Sim e depois?
Nós gostamos daquela pessoa Y , essa é a realidade.E o que mais queríamos é que isso não tivesse acontecido.
Magoa a alma , deixa marcas , sentimos-nos pequeninos e mexe com a nossa auto-estima...
Sim é verdade :(
Quem dera que existisse um medicamento milagroso ,que fizesse que esta dor desaparecesse , mas não existe....
Existe um factor que ajuda é o tempo...
O tempo aliado a chorarmos , a descabelarmos , a não fingirmos que estamos bem, afinal de contas não somos super heróis , somos humanos...
Isto acompanhado pelo os nossos Amigos , com pessoas que nos querem bem ,ir dançar , fazer desporto , ter conversas e serões com os Amigos até de madrugada , fazer coisas que nos apeteça...
É o meu remédio sincero...
E nunca , mas nunca entrar em vinganças ou em planos diabólicos!
Foi o meu conselho!!!
Mas nem vou dizer a resposta da Menina.
Eu entendo...é o coração aos pedaços a falar.
Miminhos , força e tempo !






8 comentários:

W a l k e r * disse...

Concordo ctg plenamente. O tempo ajuda muito mesmo :)

Ana disse...

Dizem que idade é sabedoria. Mas eu acho que experiência é que é sabedoria e essa nem sempre vem com a idade. Disseste tudo, porque já passaste e lutaste. Eu tive um grande desgosto, vai fazer 3 anos. Acho que dos piores da minha vida no que diz respeito ao amor. E superei. Claro que fica sempre a lembrança. Mas curei as feridas. E curiosamente, como disseste, foi quando me inscrevi no ginásio, foi quando saí mais, foi quando aprendi a viver comigo e a ser mais leve. És linda :D Um beijo imenso!

cuca disse...

É inacreditável como é que uma simples história de amor nos pode deixar de rastos e quase que acaba connosco.

Anónimo disse...

Su... deixaste-me sem palavras!!!
Já sabes o que eu penso disso... já sofri muito no passado... mas levantei-me e o futuro sorriu-me!!! Hoje sou feliz ... o amanhã só a Deus pertence..!!! Se algum dia a infelicidade me bater à porta.. vou cair de certeza mas com amigos como tu vou voltar a erguer-me e ser feliz por ser quem sou!!!!

Beijinhos adoro-te madinha!!!

BB disse...

Surrisinha tu é que tens razão, as outras pesoas não podem falar por nós porque não vivem ou respiram nem fazem nada de facto dentro da nossa pele.
É verdade que para curar uma chaga, qualque chaga mesmo que física, é necessário tempo.
As pessoas normalmente falam muito porque os problemas dos outros parecem sempre uma coisa insignificante ao pé dos nossos, assim é o egoísmo do ser humano.
Tu és uma menina mulher com bom coração, o que é raro, e um bom coração é a qualidade que mais aprecio nas pessoas, ainda quero ver se vou a tempo de recuperar o meu.
Beijos Surrisinha, continua a sorrir :)

Mariana disse...

Apesar deste texto já ter sido escrito há bastante tempo, tinha de deixar a minha marca.
Estou a viver o meu 1º desgosto amoroso. Nunca pensei que fosse assim e que me levasse a pensar que isto seria o fim do mundo. Foi tudo muito estranho e apesar de sentir que esta história ainda nao acabou existiu algum motivo (homem que é homem arranja logo outro relacionamento para nao ficar sozinho, inacreditável!) para que ele terminasse tudo.
Sou da opinião que um grande amor prevalece todos os obstáculos. Mas atenção nao devem viver com essa esperança. Deixei de acreditar que há esperança, assim tudo o que vier de bom é um bónus. Por muito que gostem da pessoa, façam um esforço para nao pensar constatemente nela e nao vejam as paginas sociais dele/a. Só vos vai fazer mal... Considero que esta nova fase da minha vida é uma aprendizagem, uma lição que nunca irei esquecer.
Acho também que se isto aconteceu das duas uma: ou é mais um obstáculo na nossa relação e conseguimos voltar a ser o que eramos ou entao é simplesmente um "move on".
Concordo plenamente quando dizem que nao devemos ouvir tudo o que as nossas amigas dizem, só nós é que sabemos o que sentimos e o que vivemos com a pessoa.
Gostem primeiro de vocês!

Susaninha disse...

QUERIDA MARIANA...
Li o que escreveste e quase que podia sentir as tuas palavras, a intensidade daquela que dor que nos apetece mandar para o espaço...
Sem duvida que tens que ser fiel a ti e ao teu coração.
Fala, grita , gosta de ti , mesmo que te apeteça fazer não sei o queê...faz...
Deixo-te um xi especial, as vezes adorava(aliás quase sempre) ter uma varinha de condão para fazer milagres...

Mariana deixo-te um ABRAÇO daqueles fortes...
UM ABRAÇO QUE VALE POR MIL PALAVRAS.
Sem parecer uma frase feita...mas..o BRINQUINHO ESTA AQUI...
Estou aqui a distancia de uma mensagem.

Susaninha disse...

Beijinhos a todossssssss e SUUUUrrisinhos.