terça-feira, 13 de outubro de 2009

Já Fernando Pessoa dizia...

«Não sou da altura que me vêem, mas sim da altura que meus olhos podem ver.»
Ao pequeno almoço tive uma conversa interessante com o meu Amigo Lutché e vim a pensar:):)
É tão bom abrir horizontes e ouvir opiniões:):)
Sou muito distraída e nada focalizada , mas sei ouvir...
Tantas vezes criticamos situações e depois fazemos pior...Mas se aprendermos com os erros é perfeito.
Sou impulsiva e emotiva q.b. , mas acredito que também tenho a capacidade de auto analise...
Olhos ver e Ouvidos audição ...
Confesso que sou meia pitosga e que as vezes ouço mal...Ihihihi:):)
Com um brilhozinho nos olhos a vossa altura deixo um Xiiii apetadinho:)

12 comentários:

Paula Rodrigues disse...

Mana, a sabedoria popular é mãe deste provérbio:

"Cada um vê mal ou bem, conforme os olhos que tem"

E, os teus olhos castanhos, de encantos tamanhos veem com o coração!
É, por isso, as lunetas nunca são usadas!!

Susaninha disse...

Mana fizeste-me rir....Era excusado dizer que as lunetas nunca são usadas , fico com um ar de tótó,ehehehehe:):)
MAS ADOREI O PROVÉRBIO..,
CONCORDO , CONCORDO:):)
A Mana Velha até sabe umas coisas:)
Xuac:)

Hyndra disse...

Eu gosto sempre mais de ouvir do que de falar. Acho que aprendemos muito com os outros e podemos partilhar tb.

evita sai-me da mota disse...

Olá, é verdade por vezes criticamos algumas coisas e por vezes fazemos pior, mas por isso mesmo é que o ser humano está sempre em constante mudança...
Beijoca

PB disse...

É uma verdade, sem dúvida...
Beijinhos

Cuca disse...

Quem pensa assim só pode ser uma pessoa genuína e superior porque todos nós temos que saber ouvir, saber falar e discutir, sem nunca ofender e sem nunca termos medo de mostrar as nossas convicções independentemente de estas convicções irem ou não ao encontro das pessoas. E claro, sabermos assumir os nossos erros. Sim, errar é humano. Quanto mais os assumimos, mais aprendemos e mais crescemos. Quem nunca errou?

marianinha disse...

Podes ter razão não te a tiro mas neste momento não acredito em nenhum e para mim são todos iguais mas acho que não quero mais nenhum homem na minha vida

Enzo disse...

Acrescento a expressao "já lá vai o tempo", já vi o que tinha para ver, mas espero um dia ver o que até hoje nunca vi :p

made in ♥ love disse...

:) e vais muito bem....

Um beijinho
Eduarda

Marjane disse...

Ui ui!

Até parece que fui eu que escrevi isto! ;)

Lutché disse...

pois é amiguinha... por vezes temos que pensar na vida para a saborear, com todos os altos e baixos que ela nos dá... por isso gosto de discutir ideias com as pessoas, e depois vê-las no minuto seguinte a contradizerem-se completamente. porque é muito bonito ter a teoria (conforme tenho lido aqui nos comentários), mas na prática é que vemos que falar é tão fácil... mas depois em situações semelhantes Às que criticamos fazemos igual... ou pior! é por isso que os gato fedorento apanham todos a dizer hoje uma coisa, e no dia seguinte outra completamente oposta... dizemos o que nos dá jeito no dia, na hora, no momento... o ser humano é egoísta por natureza e o instinto de sobrevivência está sempre activo!

ps - os homens não são todos iguais, da mesma forma que as mulheres também não o são, ou os cães, ou as árvores, ou até as pedras... mas o tempo ensina...

Gonçalo disse...

Com um especial apreço por abraços e bom gosto literário, também mereces um abraço blogosférico. Obrigado pela visita! :)