quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Igreja e Saramago:)

Esta é a minha opinião!!!!
A famosa frase da polémica de Saramago no lançamento do Livro Caim:« A Bíblia é um manual de maus costumes.»
Por acaso não gosto muito de Saramago e tenho dificuldade em ler os livros dele , a falta de pontuação faz-me ler a mesma frase vinte vezes.Mas a verdade é que o escritor questiona a religião católica ,como ele próprio diz:«Eu limito-me a levantar as pedras e a mostrar esta realidade escondida atrás delas. Nada disto existiu, está claro, são mitos inventados pelos homens, tal como Deus é uma criação dos homens".

Já porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), Padre Manuel Morujão diz que este livro é uma «operação de publicidade » e que José Saramago «encontra absurdos nesta história que sabemos que é uma história simbólica, de Caim e Adão. O justo e o mau que tem ciúmes daquele que é bom e é louvado. Estamos numa simbologia que é profundamente humana. Estas histórias acontecem hoje e é preciso também interpretá-las com critérios sapienciais, de ler para além do texto e sabendo com que género literários estamos a tratar.»

A minha opinião: com todas as certezas este livro deve ser uma ofensa para a Igreja.
Mas também não será bom pôr as pessoas a pensar???
EU NÃO ACREDITO EM DEUS, NEM NA IGREJA CATÓLICA...mas a verdade de é que já fui catequista e sei que se calhar passei do 8 para 80...
Mas o que eu sinto agora é que Deus não existe e que Jesus Cristo existiu e foi criada uma história em volta disso que até hoje funciona.
Acho mesmo que a Igreja inventou tudo isto , mas também acho que a Igreja tem bons princípios e que tem actos de ajuda, como também tem ideia da pré história, onde já se viu hoje ser contra o uso do preservativo, etc, etc...
Acho que me vou acalmar porque se não estaria aqui até as tantas...
E quando morremos???Para onde vamos???E FÉ??E acreditas em quê???
De uma forma resumida:acho que não existe nem céu nem inferno,morremos e os bichos alimentam-se de nós ou somos cremados...
Acredito nas Pessoas e no que elas possam fazer , essa é a minha fé.
Um dia um Padre disse-me:«Como podes acreditar nas pessoas , se elas estão sempre a falhar,tem que haver algo divino.»
EU ACREDITO NAS PESSOAS,ESTA É A MINHA FÉ...
Mas esta é a minha opinião e respeito todas as religiões e acho importante acreditarmos em alguma coisa...
SUUUUUUrrisinhos com fé :)

13 comentários:

Martinha disse...

apoiada :)

Paula Rodrigues disse...

Su, mas que rico tema!!
O Sr. Saramago é um caso sério de alguém que está de mal com Deus! E, com a igreja de sobremaneira! Parece-me um caso sério de amor- ódio! Será que está com medo de morrer e quer afugentar o céu e o inferno?! Ou...será o contrário...mas, por causa de tantos impropérios, ninguém do Além o chama?!
Já reparaste que os livros dele baseiam-se quase sempre nas histórias da religião e nomeadamente nesse livro, que é a obra literária por excelência, a Biblia!
Onde estará a genialidade/ originalidade de Saramago neste aspecto?
Distorcer o que os evangelistas (aqueles que escreveram os evangelhos)criaram, ofender as crenças de todas as igrejas (Sim! porque ataca tantas vezes católicos, judeus e muçulmanos) parece-me, publicidade barata e de profundo mau-gosto! No entanto, Saramago estará a fazer jus ao próprio nome do livro "Caim", que em hebraico significa "lança". Não há dúvidas, Saramago fere de morte!
De facto, não o aprecio. Não saí da página 20 do "Memorial do Convento" e...sinceramente... nem me apetece ganhar coragem para o ler!
Deste Caim nem vê-lo nem lê-lo!

PB disse...

Também já fui ajudante de catequista e hoje sou descrente na Igreja. Mas acredito num Deus independentemente da religião.
Quanto ao tema, não gosto de ler Saramago. Mas acho que o senhor tem direito à sua opinião.
Beijinhos

the bloom girl disse...

Religião, politica e futebol são sempre temas polémicos. Quanto ao Saramago, não percebo qual é o problema dele. Se é ateu e não acredita, para quê que está sempre a falar nisso. Eu quando não gosto de alguma coisa, não falo nelas simplesmente. Mas acho que lhe convém, porque dá-lhe publicidade. Como já li algures num blog, referindo-se ao facto de ele dizer que a bíblia está cheia de coisas más, talvez o problema não esteja na bíblia, mas sim nos olhos de quem a lê e da forma como a interpretam.

beijinho

Capitã Gancho disse...

Primeiro, Su, AMEI POTÁSSIOS o teu coment no meu blog "No meu de tantos CALIFORNIANOS vi um FELIPE CIRO e foi em GASLAMO QUARTER em SAN DIEGO que fiquei ESCARLATE de tanto AMOR e SEXO que fiquei em PAZ:):):)"

Hhahaha, ri tanto, flor, que quase caí da cadeira, JURO!

Qualquer dia desses dedico um post pra ti, depois dessa afinidade quase súbita com teus textos!
;D

Sim, o Saramago, independente de ser um Nobel da Literatura, e de criticar tanto a Deus, e todo o resto, é um escritor exímio. Mas fico longe dele, longe mesmo! Isaac Newton e Albert Einstein, dois de meus grandes ídolos, ao estudarem o cosmo, o universo e tudo o mais, afirmaram que NÃO era possível existir tanta complexidade, riqueza, alma, mistério, sem uma inteligência superior para tê-la criado. Não consigo pensar em não acreditar em Deus. Ele tá inerente a mim, como hemoglobina no meu sangue. Mas opiniões são opiniões!
haha

sim, Saramago que morra
;D

beeijo da tua fã brasileira,
acsa Capitã Gancho!

Rosie Dunne disse...

sabes? nao podia estar mais de acordo contigo. escreveste tudinho o que eu penso!deus nao existe, mas jesus existiu e em volta disso criou-se a biblia. e se falarmos em fé, sem duvida, fé só se for nas pessoas, nas pessoas REAIS que tenho a certeza de que existem ou existiram...
beijinhos

Green Eyes disse...

Pronto... mais uma vez o Saramago consegui o seu objectivo! Que falem dele...

Quanto a acreditar em Deus eu acredito, talvez me dê jeito ter "alguém" a quem pedir ou então culpar quando preciso, que é um Deus só meu, lá isso é, e eu nunca fui muito de igrejas, sempre fui a ovelha ronhosa da família nesse aspecto.

Beijinhossss, docinho
infelizmente cada vez acredito menos nas pessoas :(

Chá, torradas e Coca Cola disse...

Na minha modesta opinião o Saramago é um chato sem uma pinga de humor. Tem um ar permanentemente chateado e aparentemente cheio de raiva contra tudo e todos,nunca lhe vi um niquinho de alegria ou ternura.Creio que gosta de ser polémico e como não é parvo sabia perfeitamente o efeito que aquelas declarações iriam ter....Acho que quanto mais voltas se derem ao assunto pior ele cheira.Tenho a minha fé que ficou na mesma, nem vou comprar o livro pelo que ele disse, nem tão pouco ler a Biblia para me esclarecer.Sei o essencial...

Korrosiva disse...

Eu nem acredito em Deus, nem acredito que o Saramago saiba escrever ;)

beijinhos

мα∂αℓєηα disse...

Fui educada na religião católica, mas estou como tu exactamente!!!!
Acho graça ao q contas de um padre q te disse: "Como podes acreditar nas pessoas , se elas estão sempre a falhar,tem que haver algo divino."....
Muito engraçada essa desse padre, eu tinha-lhe respondido q "se" houvesse um Deus divino e bom, não havia nem fome, nem violência nem nada de mau no mundo...

beijinhos :)

Luis Cherpe disse...

saramago rules!!! o senhor consegue que se fale nele e que se venda livros!!! ao mesmo tempo a própria igreja com cada vez mais descrentes, também consegue alguma publicidade ao fazer-se de coitadinha! é um negócio só com vantagens para ambos os lados! quanto à religião, como algo criado pelo homem, existe enquanto o homem existir e enquanto o ser humano tiver dúvidas sobre algo, como por exemplo: o que existe após a morte?
quanto ao resto, a vida ensinou-me que devemos ter a sensibilidade de não ofender a maioria... podemos dizer a mesma coisa de mil formas diferentes... :) beijos

MorTo Vivo disse...

Eu só me parece que cada um é livre de achar / pensar / escrever / opinar, ou outra coisa qualquer acabada em ar, aquilo que muito bem achar ou entender. Claro está nos limites do respeito. Se o sr Saramago quer partir a loiça toda e cascar em Deus, em Cristo ou no Socrates por mim tá tudo bem, isso é lá com ele. Agora que me parece um excesso tipico de portuguesito toda esta atenção dada, parece-me.
E ele deve estar a esfregar as maozinhas já meias encarcomidas do tempo a pensar no que já poupou em publicidade. Ai se não poupou. Aliás, ninguém me tira da cabeça que aquela coisa de escrever sem pontuação é apenas uma forma de reduzir custos e aumentar os lucros.

Ah grande Saramago.

fd disse...

Gostei de ler. Partilho da tua opinião, sobre Deus, Igreja, história de Jesus Cristo, bons princípios, bichos... Escreves-te o que penso.

Só acho que não respeito as religiões...

Hoje depois de ler o teu texto, acreditei mais um bocado nas pessoas, mesmo com tantos ...inhos :)